Conheça Timon, a primeira atuação da Aegea no Nordeste

Conheça Timon, a primeira atuação da Aegea no Nordeste

Nome de pensador e terra de artista. Esta é Timon: a quarta cidade mais populosa do Maranhão, separada geograficamente de Teresina (capital do Piauí) apenas pelo rio Parnaíba (maior rio genuinamente nordestino). São muitas as riquezas naturais desse lugar. Em Timon há pelo menos 55 balneários de visitação periódica. A forte relação com o rio Parnaíba estreitou ainda mais a irmandade de Timon e Teresina. Há alguns anos, formava-se no Parnaíba uma coroa de areia que era point de diversão garantida. No verão, ali tornava-se a “praia” que timonenses e teresinenses não tinham, unindo ainda mais os laços das duas populações. Hoje, Timon, apesar de pertencer ao estado do Maranhão, faz parte da Região Integrada da Grande Teresina (RIDE).

A culinária timonense não difere das demais regiões nordestinas, em especial da culinária piauiense. O município que é exportador de “pequi” tem também atividades de extração do “bacuri”, fruta amazônica de grande prestígio no norte e nordeste. O “bacuri” tornou-se bastante comercializado por meio de polpas, sendo um dos frutos de maior ascensão nas demais regiões do país.

Na cidade se concentram alguns dos melhores artistas populares e artesãos da região. Pela proximidade com o rio Parnaíba, de onde se extrai a argila, artistas realizam suas atividades de modelagem do barro e fazem verdadeiras obras de arte que são expostas nas feiras do centro municipal.

Com mais de 160 mil habitantes, Timon possui um grande projeto de desenvolvimento industrial com a criação do parque industrial, que gerará milhares de vagas de emprego na região. Além deste audacioso planejamento, o município começa a expandir seus horizontes para o desenvolvimento não só econômico, mas sócio-ambiental com a chegada da administração da Águas de Timon no gerenciamento dos serviços de água e esgoto da cidade.