Os reservatórios de distribuição de Timon passaram por uma manutenção preventiva com o auxílio de mergulhadores profissionais. Essa técnica foi realizada pela primeira vez no Maranhão e é feita com equipamento apropriado de mergulho, roupas esterilizadas e seladas. Além disso, a Águas de Timon também realizou a limpeza de dois mil metros de tubulação com um equipamento de alta tecnologia, chamado PIG.

A ferramenta funciona como um projétil que realiza a escovação por dentro da adutora localizada na avenida Luís Firmino, em Timon, removendo a sujeira acumulada ao longo dos anos. “O equipamento retira as incrustações e minimiza a possível chegada desse material na casa dos moradores. Com a limpeza, a pressão dentro dos encanamentos diminui, assim como os riscos de vazamento. Essa ação, somada a outros investimentos operacionais, garantirá água tratada, com qualidade e quantidade, sobretudo na época mais quente do ano: o B-R-O BRÓ”, explica o coordenador de operações da Águas de Timon, Tadeu Bezerra.

As manutenções são realizadas periodicamente, e a novidade deste ano é que não foi preciso interromper o abastecimento. “Nós trabalhamos para minimizar os impactos para a população e, pela primeira vez no Maranhão, trouxemos mergulhadores profissionais para realizarem a manutenção dos reservatórios que abastecem Timon. Essa técnica permite a limpeza sem a necessidade de esvaziar os reservatórios, garantindo a oferta de água contínua aos moradores”, acrescenta Tadeu.

Ao todo, a concessionária realizou a manutenção de 20 reservatórios com a técnica de mergulho, que foram: Padre Delfino, Júlia Almeida, Flores, Cocais, Lourival Almeida, Bela Vista, Alarico, Baguaçu, Palestina, São Francisco, Primavera, Mutirão, Novo Tempo, Emilio Falcão, Cidade Nova, Joaquim Pedreira, Miguel Arraes e Sucessão, Estação de Tratamento de Água (ETA – Parnaíba) e base operacional. Todo o material sedimentado foi retirado com o auxílio de instrumentos especializados para a ação.

As manutenções visam manter a qualidade e a regularidade da oferta de água tratada em Timon. O abastecimento da cidade ocorre por meio de poços e também pela captação do Rio Parnaíba. Toda água distribuída é monitorada pelo laboratório próprio da Concessionária, cujas amostras são submetidas diariamente a exames bacteriológicos e físico-químicos. O resultado dos testes comprova a qualidade da água e podem ser verificados mensalmente na fatura de água.

Outra forma de garantir a qualidade da água consumida é realizando a limpeza dos reservatórios internos. A concessionária orienta que os moradores realizem essa manutenção pelo menos duas vezes ao ano. A periodicidade da limpeza da caixa d’água é muito importante para manter a qualidade da água que é consumida em casa.